Letras

O Bloco mais querido

(Chico e Tom)

União Altaneira
Vem descendo a Santa Izabel
O forte ecoar do seu tambor
Anuncia a alegria que chegou (2x)
Ôoô, ôoô
Balançando e sacudindo a multidão
Ôoo, ôoô
O bloco mais querido é o União
Quando vem descendo a avenida
Traz a sua alegoria
Em bonita evolução
Os meus olhos ficam rasos d’água
O meu coração dispara
Como é bom ser União

Outros Carnavais

CARNAVAL 2007

União Altaneira:
Orgulho da Massa

(Alfredo Castro e Felipe Guimarães)

União Altaneira
Faz folia e faz zueira

Logo em seu primeiro carnaval

É só alegria, só brincadeira

Não nos leve a mal (2x)

O sol que brilha nas alturas

Sempre altaneiro

Traz energia ao bloco que é bem brasileiro

Orgulho da massa

Por onde passa levanta poeira

E na fumaceira, alucinação

Faz tremer o chão

Seu ritmo
Maculelê que o capoeira leva fé

Também o coco e os ijexás de afoxé

Ao som das caixas, dos vibrantes agogôs

O samba faz balançar o corpo a alma

E o coração
Explode ao som dos tamborins

Machuca o tom da marcação

Lalalaiála lalalaialalaia laiála (2x)

CARNAVAL 2008

Nova Avenida

(Alfredo Castro)

Sabendo que o carnaval

Já vem chegando com seu manto divinal

Explode como um grito o apito

Para convocar

Artistas do povo e batuqueiros

Sempre altaneiros

Que no mês de fevereiro

Atendem a todo vapor

O bloco vem pra rua

E a alegria continua

Seja onde for (2x)

Em solo pernambucano

Santo e profano

Frevos e maracatus

Tem baião Exu

Bahia do acarajé

O seu afoxé é de enfeitiçar

Rendendo inspiração

Ao samba que abraça

Toda a nação
A rua é nossa

Não há quem possa

Ficar na sua nesse calor

A rua antiga é nova avenida

Sem luxo e esplendor

Lalalaiála lalalaiálalaiá laialá (2x)

É dois de fevereiro – Homenagem à Iemanjá 

(Chico Santana)

É dois de fevereiro
Jangadas ao mar
Levando oferendas
Para Mãe Iemanjá
No Rio Vermelho
Barcos em procissão
Na Santa Izabel União Altaneira arrasta o povão (2x)
Rainha do mar
De beleza infinita
Com toda sua força
Emana ondas de paz e amor (2x)
Com respeito e admiração
Cantamos com graça
Em sua homenagem
Esta simples canção
Iemanjá, rainha do mar (4x)

Brilhou o Sol

(Bussunda e Leandrão)
Brilhou o sol
Vem pra rua amor (oôoô)
Pois o bloco da massa
Se enche de graça
União Altaneira chegou (2x)
Abram alas pras tradições desta festa genial (que legal)
Que através da história vem se enchendo de glórias
E no Brasil vem fazendo escola
O carnaval de rua é alegria, é a festa do povo
É liberdade, é arte, é harmonia
Pra quem cantar, extravasar
É igualdade e democracia
Resistência cultural
Pode ser rua, avenida, ou ladeira
Carnaval é a magia brasileira
Alegria não pode faltar
Essa festa é popular (2x)
Do Ilê ao afoxé lá na Bahia
Em Pernambuco o frevo tem magia
E sem deixar falar do meu Maracatu
Meu pai que medo quando sai o Papangu
Eu fui brincar ao som das marchinhas
Lembrei dos ranchos e cordões
E neste corso de magia
O samba que alucina traz na mente
Batucada diferente
Que vem pulsando as emoções
Pra levantar poeira
Vem Zé Pereira balançando os corações (olha brilhou)

 

 

CARNAVAL 2009

Na Mandinga do Samba

(Samuel Bussunda e Ala de Compositores)
Vem sambar
Sou União fazendo a massa delirar
Eu peço axé meu Orixá
Nossa Mandinga Altaneira está no ar (2x)

Vem de lá
Da África saariana
Eram mercadores e guerreiros
Mandingue sua origem é muçulmana
E ao chegar no meu Brasil
Como vítimas da escravidão
O patuá e o turbante
Símbolos da devoção a Alah
Sincretizados se incorporaram
No culto aos orixás

Saravá, saravá
Reza forte pra Oxalá
Na mandinga deste samba
Pra maldade se afastar (2x)

Hoje a mandinga está na ginga
Na capoeira, no dia-a-dia
O Berimbau
Mandou plantar
Uma Semente de Esperança vai brotar
No coração de cada um
Para o mundo melhorar
Sem opressão, sem preconceito
Com humildade e respeito
O nosso bloco vai passar

 

Mandinga do samba

(Alfredo Castro e Lo Ré)
Ginga, mandinga deste povo Altaneiro
Eu quero ver você
Sambar sem ter porquê
Tirando a poeira do sapê
Se o jogo é rasteiro
Tem que pôr pra derreter
C com a CA
P com ó PÓ
Sem a poeira não tem capoeira(2x)

Quero o bobó, oi, de vovó
Quero dendê, oi, de iaiá
Se a bananeira não cair
Vou pra Bahia, Sinhô
Cantar meu samba por lá

La ra ra ra iá (4X)

União Altaneira descendo a ladeira

(Chico Santana)
E eu vou
Na cadência do samba
No balanço da ginga
É carnaval
União Altaneira descendo a ladeira cheio de mandinga (2x)

Povo brasileiro
De uma linda mistura
Nasceu sua cultura
Riqueza maior de uma gente
Que vai seguindo em frente
Com seus ideais

Capoeira mostra sua ginga no pé
Sambista bate na palma da mão
E o povo todo se agita
Emanando axé em grande união
E o povo todo se agita
Emanando axé em grande união

Ôoo, ôooo, ôoooo, ôoo (2x)